Showcase 2021

25-27 de novembro de 2021 | Marina da Glória - Rio de Janeiro, RJ

 

 

Bio-Resinas para o processamento em série de componentes reforçados com fibra – BioResinProcess

Partes de carroceria automotiva com pelo menos 85 % de matérias-primas renováveis  

Objetivo:

Desenvolvimento de partes de carrocerias automotivas com pelo menos 85% de matérias-primas renováveis, projetadas com vistas à homologação rodoviária

Tarefas:

Os parceiros do projeto estão trabalhando no desenvolvimento de uma parte de carroceria automotiva que seja sustentável. Ela deve ter um conteúdo biológico de pelo menos 85% e ser composta de um reforço de fibra natural, de uma bio-resina e de um bio-revestimento. Além disso, o processamento dos materiais de base biológica no processo industrial RTM (ResinTransferMoulding) deve ser garantido. Todo o processo de fabricação passa por uma avaliação do ciclo de vida.

Os parceiros Fraunhofer WKI, HOBUM Oleochemicals GmbH, Porsche AG e FourMotors GmbH irão derivar o potencial material dos compósitos de fibra de base biológica partindo das especificações técnicas para a produção de veículos rodoviários e realizarão um amplo trabalho de desenvolvimento, especialmente nas áreas de qualidade da superfície e deformabilidade do material quando submetido a pressão. Com isso, eles pretendem elevar os materiais biogênicos ao nível técnico necessário. Assim, ao final do projeto, os conhecimentos necessários para uma transferência bem-sucedida para a produção industrial em série estariam disponíveis.

Status Quo:

Para veículos-conceito eficientes e de baixa emissão, é necessária uma construção leve, ou seja, uma redução do peso sem restringir o desempenho técnico. O grupo de materiais dos compósitos de fibra tem o maior potencial para construção leve. Fibras de alto desempenho, como as fibras de carbono, por exemplo, induzem alta resistência e rigidez, ao mesmo tempo que têm baixo peso, o que as elege para o uso na construção de materiais leves. No entanto, elas têm a desvantagem de uma produção muito cara e que consome muita energia, o que também se reflete em seu balanço de CO2.

Vantagens:

Biocompósitos são adequados para a construção automotiva leve e econômica. Em casos de colisão, eles demonstram um bom amortecimento e um comportamento de fragmentação vantajoso. Em comparação com outros materiais compostos reforçados com fibra, eles apresentam um consumo baixo de energia e, portanto, uma melhor pegada de CO2.
Eles são um alicerce do caminho para uma produção de automóveis neutra em CO2, o que a União Européia estabeleceu como meta até 2050.

1. Materiais compósitos reforçados com fibra natural – amostras de teste
Foto: Mirko Krenzel/Fraunhofer

2. Porsche Cayman GT4 com partes da carroceria materiais reforçados com fibra
Foto: Norbert Breuer / wpr

Dados do projeto e parceiros:

Subprojeto 1: Materialentwicklung und Prozessanpassung,
Fraunhofer-Institut für Holzforschung, Wilhelm-Klauditz-Institut WKI

Subprojeto 2: Entwicklung biobasierter Härter für Epoxidharze auf Basis von pflanzlichen Ölen,
HOBUM Oleochemicals GmbH

Outros participantes do projeto:

• Porsche AG
• Four Motors GmbH
• Hochschule Hannover, IfBB
• SGL Composites GmbH
• Time Out Composite oHG

Duração do projeto:

Outubro de 2020 – setembro de 2023

Informações adicionais podem ser encontradas aqui:

Subproject 1: 2220NR094A
Subproject 2: 2220NR094B

    Follow by Email
    LinkedIn
    Share